Postado em: 9 de abril de 2018
INALDO BEZERRA É O NOVO PRESIDENTE DA AIDA BRASIL

O advogado Inaldo Bezerra (foto) foi eleito presidente da AIDA Brasil, instituição internacional que propicia contatos acadêmicos, científicos e profissionais da mais alta qualidade em vários países do mundo. Ele acaba de iniciar o seu mandato, que terá duração de dois anos.

A AIDA, Associação Internacional de Direito de Seguros, rompeu fronteiras nos últimos anos ao chamar a atenção do poder judiciário para os seus debates. De acordo com o novo presidente, o objetivo da gestão será dar continuidade a esse processo, aproximando a associação do mundo acadêmico através de cursos de graduação, mestrado e doutorado.

“A AIDA precisa levar o debate sobre o contrato de seguro para a academia, foro competente dos formadores de opinião”, opina. Além da oportunidade de estudos científicos e o convívio com profissionais do Direito de seguro, como advogados, professores universitários, juízes, ministros de Estado e estudantes de Direito, os associados gozam de diversos benefícios, como descontos nos congressos da instituição.

A realização do Congresso Mundial da AIDA é um dos principais desafios apontados por Bezerra para sua gestão. “Esse evento é realizado a cada quatro anos e objetiva analisar temas de Direito de seguros que tenham importância para todos os mercados e todos os ramos da atividade seguradora. Este ano, será no Brasil”, explica.

Chegando à sua 15ª edição, o grande encontro acontecerá de 10 a 13 de outubro, no Rio de Janeiro, e são esperados cerca de 700 participantes de todo o mundo. “Recebo com satisfação e, sem dúvida, muita responsabilidade, a missão de liderar a AIDA Brasil nos próximos anos”, garante Bezerra.

Inaldo Bezerra é  sócio integrante do Conselho do escritório Pellon & Associados. A nomeação acontece pouco tempo depois de Pellon & Associados ter sido considerado o escritório mais admirado em Direito de Seguro do país pelo Análise Advocacia 500, um dos maiores e mais importantes levantamentos do mercado jurídico brasileiro.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO