Postado em: 18 de outubro de 2017
Microsseguro – Entenda o que é e pra quem se destina
foto do microsseguro

Talvez nem todo mundo já tenha ouvido falar em microsseguro, mas sim, ele existe! O conceito surgiu em 2008 e desde então vem sendo aprimorado pelos órgãos competentes. O microsseguro é fácil de ser confundido com o “seguro popular”, mas a diferença entre eles é grande. Entenda mais sobre o que é e a quem se destina o microsseguro neste artigo.

O que é microsseguro?

O microsseguro é uma proteção destinada a pessoas de baixa renda, que recebem até dois salários mínimos, que seja registrado ou que exerça alguma atividade informal, o microsseguro  cobre riscos como desabamento da moradia e/ou incêndio, perda temporária de renda, invalidez ou morte do segurado e também os custos para funeral. É também destinado a microempresários que faturam até R$ 60mil por ano e cobre proteção contra quebras de instrumentos e equipamentos.

O significado de microsseguros segundo o Dicionário de Seguros da FUNENSEG o afirma que: “É a proteção securitária fornecida por entidades autorizadas a operar no País, o qual visa, primordialmente, a preservar a situação socioeconômica, pessoal ou familiar da população de baixa renda contra riscos específicos, mediante pagamento de prêmios proporcionais às probabilidades e aos custos dos riscos envolvidos, em conformidade com a legislação e os princípios de seguro globalmente aceitos. Segundo a definição da SUSEP, população de baixa renda, para efeitos de microsseguro, no Brasil, é o segmento da população com rendimento mensal per capita de até dois salários mínimos, cuja posição na ocupação pode estar classificada tanto no setor formal quanto no setor informal da economia.”

Diferença entre Microsseguro e Seguro Popular.

Embora pareçam ser a mesma coisa, eles têm finalidades e público-alvo bem diferentes. Enquanto o microsseguro cobre prejuízos e danos a qual uma pessoa com baixa renda possa estar exposta devido às condições de moradia ou em caso da falta do chefe da família, o seguro popular por definição do dicionário de seguros é: “No Brasil, o termo seguro popular é usado para designar produtos massificados com importâncias seguradas e prêmios de pequeno valor. Mas seguro popular não é o mesmo que microsseguro, uma vez que este está direcionado para as necessidades específicas das famílias de baixa renda, enquanto o seguro popular é para todos os tipos de consumidores e apenas significa seguro de pequenos valores.”

Além disso, com o microsseguro você pode proteger qualquer pessoa, não precisa necessariamente ser da família, na apólice ou contrato é necessário constar a indicação do beneficiário corretamente e se precisar o grau de proximidade ou parentesco, se não houver essa informação e seguradora indenizará os herdeiros legais conforme a lei, porém, a qualquer momento o segurado pode alterar os beneficiários em vida.

Dicas para contratação do microsseguro

Além das indenizações por morte acidental ou natural, é possível fazer o microsseguro em caso de atraso de prestações de compras parceladas e até para garantia de aluguel. Seja para qual for a finalidade, conte sempre com um corretor de sua confiança que esteja habilitado para a função, que te oriente com todas as suas dúvidas e procedimentos. Sempre solicite uma comparação de preços e condições de coberturas. Mantenha sempre uma cópia do contrato ou apólice com você, leia atentamente todas as cláusulas e certifique-se das carências e restrições, informe-se sobre os riscos excluídos do seu microsseguro e fique esperto com os prazos de pagamento das mensalidades, nunca permita que preencham qualquer informação sem o seu consentimento.

DEIXE UM COMENTÁRIO