Postado em: 9 de novembro de 2017
“PROGRAMA JOVEM APRENDIZ REFUGIADO” FORMA A PRIMEIRA TURMA EM SP

Jovens refugiados da Angola, República Democrática do Congo, Serra Leoa e Síria, com idade entre 16 e 24 anos, foram graduados na cerimônia de encerramento da 1ª turma do “Programa Jovem Aprendiz Refugiado”. A iniciativa promoveu dois meses de aulas gratuitas e agora inicia o processo de apoio na busca de oportunidades no mercado de trabalho brasileiro.

A ação é liderada pelo Grupo Segurador Banco do Brasil e Mapfre, em parceria com o Acnur (Agência da ONU para Refugiados), a EMDOC, o PARR (Programa de Apoio para Recolocação dos Refugiados), a Caritas Arquidiocesana de São Paulo, o Grupo Mulheres do Brasil e o Instituto Techmail.

“O evento confere o start de uma nova fase para esses jovens. O apoio a diversidade integra o nosso foco de trabalho e a reinserção de profissionais no mercado brasileiro deve estar na pauta de todas as grandes companhias. Estamos felizes com o resultado e esperançosos com o futuro dos participantes”, conta Cynthia Betti, diretora de RH do Grupo BB-Mapfre e líder do projeto.

A cerimônia de graduação reuniu os 24 participantes, os professores do Instituto Techmail e convidados na sede da seguradora, em São Paulo (SP). Com o término do curso, o programa dará início ao encaminhamento dos currículos dos jovens para as empresas apoiadoras do projeto e demais organizações brasileiras.

O programa de capacitação contou com 144 horas de aulas sobre atendimento ao cliente, língua portuguesa, matemática financeira básica, orientação profissional, empregabilidade, competências, rotinas administrativas, técnicas de vendas, sustentabilidade e autoimagem.

DEIXE UM COMENTÁRIO