Postado em: 24 de abril de 2018
Seguro de Acidente de Trabalho: Saiba todos os direitos
foto de Seguro de Acidente de Trabalho: Saiba todos os direitos

Os trabalhadores de uma empresa, principalmente de fábricas e indústrias, sempre estão correndo risco de sofrer um acidente ou adquirir alguma doença ocupacional, por isso, é coberto pelo seguro de acidente de trabalho qualquer acidente ou doença causado diretamente pelo trabalho exercido por ele.

Mesmo com todas as normas de segurança e os direitos do funcionário sendo respeitados, é sempre possível que algo não ocorra da maneira que foi planejado.

Quando isso ocorre é dever da empresa arcar com as despesas que serão necessárias para tratamento e recuperação do colaborador.

Para auxiliar neste tipo de situação existe o seguro de acidente de trabalho, que consiste em uma contribuição feita pelos empregadores para o INSS que custeiam os benefícios garantidos aos trabalhadores em situações como estas.

O que são doenças ocupacionais?

De acordo com o artigo 19 da lei 8.213 datada de 24 de julho do ano de 1991, são considerados acidentes ou doenças ocupacionais tudo que ferir ou adoecer o trabalhador em decorrência do exercício do trabalho realizado para determinada empresa que possa causar danos físicos, perturbação que venha causar morte ou perda, sendo permanente ou temporária de sua capacidade de trabalhar.

Além do benefício já contribuído ao INSS normalmente, o seguro de acidente de trabalho também garante ao colaborador vítima de acidentes ou doenças ocupacionais, o pagamento de uma indenização em caso de dolo ou negligência causado por parte dos empregadores.

O que pode ser coberto pelo seguro de acidente de trabalho?

Confira abaixo o que te dá o direito:

Acidentes típicos decorrentes de características da profissão exercida pelo funcionário;

– Qualquer acidente que ocorra durante o trajeto de ida de casa para o trabalho ou do trabalho para casa;

– Doenças recorrentes de trabalho excessivo ou sob condições;

– Acidentes com máquinas utilizadas na função que venham a ferir o colaborador;

– Perda de habilidades decorrentes do trabalho, como perda parcial ou total de audição, por exemplo.

Existem também, os tipos de acidentes equiparados, que não contém uma causa única, mas que contribuem diretamente para ferimentos, morte ou perda de função de um trabalhador. São eles:

– Qualquer ato que seja agressivo, com cunho de sabotagem ou até mesmo terrorismos causados por terceiros ou colegas de trabalho;

– Qualquer ofensa física intencional que seja causado por uma disputa em termos de trabalho;

– Imprudência e negligência causadas pela empresa, por terceiros ou por colegas de trabalho.

– Acidentes que ocorram por motivo de força maior, como desabamentos, incêndios e inundações.

Ter conhecimento sobre o seguro de acidente de trabalho é muito importante não apenas para os trabalhadores, mas também para os empregadores. Para que a convivência nas empresas fique sempre a melhor possível.

Acompanhe em nosso portal, tudo sobre o mercado de seguros. Uma ferramenta ideal para corretores, executivos e profissionais de seguradoras, prestadoras de serviço e entidades do setor.

DEIXE UM COMENTÁRIO