Postado em: 9 de julho de 2018
PRESIDENTE DA PORTO SEGURO REAFIRMA IMPORTÂNCIA DO CORRETOR DE SEGUROS

Presidente da Porto Seguro, Roberto Santos foi o homenageado do Clube dos Corretores de Seguros do Rio de Janeiro (CCS-RJ). Um almoço reuniu o executivo, associados e líderes de importantes entidades, como o Sindseg-RJ/ES, também presidida por Santos, e o Clube Vida em Grupo do Rio de Janeiro (CVG-RJ). Na ocasião, o presidente do CCS-RJ, Jayme Torres, registrou que “é muito gratificante receber esse colega e amigo de longa data muitos de nós associados do Clube e poder reconhecer toda a sua contribuição ao setor em que atuamos”.

Emocionado por receber a homenagem em sua terra natal, Santos contou aos corretores presentes um pouco do que planeja e já vem realizando em sua gestão. A primeira importante mudança foi a escalação de Marcos Silva, com 31 anos de carreira no mercado de seguros, para a diretoria da companhia no Rio de Janeiro e regiões Norte e Nordeste, substituindo Sergio Mendonça, que assumiu a operação de outras localidades.

Já em linhas gerais, o presidente revelou ter bastante foco nos negócios, mas com uma forte pegada em eficiência. “Vislumbro que a Porto vai se tornar uma companhia mais leve e focada, buscando sempre a simplicidade, proporcionando uma comercialização cada vez mais fácil para o corretor. Nossa transformação digital foi iniciada, e não pode ser confundida com a eliminação dos intermediadores da venda de produtos, venda direta, porque isso não funciona nem no Brasil, nem em outros países”, relatou.

Para exemplificar, Santos cita o seguro de Automóvel. “Temos aproximadamente 30% de market share, conversão de 10 a 12% e 5,5 milhões de veículos segurados. É praticamente impossível fazer uma cotação sem passar por nós, e nosso banco de dados será usado para colocarmos à disposição do corretor todas as informações da ultima cotação daquele cliente, para que ele possa confirmá-los e mandar uma proposta na hora em que for consultado, de seu smartphone”, explica.

A união entre o vasto e agora unificado centro de dados da companhia, operados por especialistas já contratados, e a mira na eficiência operacional também serão utilizados para aumentar o potencial de consumo de cada cliente dentro da Porto Seguro.

Entre as apostas do executivo, estão o seguro de Vida, com foco em PME e Individual; Ramos Elementares, investindo em Responsabilidade Civil, riscos cibernéticos e riscos financeiros, com a recuperação do seguro fiança; e a expansão das operações do seguro Saúde, predominante em São Paulo, para o Rio de Janeiro.

Roberto Santos recebeu, após sua exposição, uma placa de homenagem do CCS-RJ, além da Comenda em homenagem aos 50 anos da lei que regulamentou a profissão do Corretor de Seguros, entregue pelo corretor Renato Rocha.  O diretor do Clube Amilcar Vianna também fez questão de realizar um agradecimento especial ao presidente da Porto Seguro: “Ter o Roberto significa mais do que contratar um carioca, um niteroiense, e sim um eficiente. Essa foi a escolha da Porto, e por isso ele se deu tão bem nesse time, que é referência na eficiência em processos. Quando temos a chance de ter um amigo que começou conosco e chega à presidência da maior companhia de seguros do Brasil, isso é motivo de muito orgulho”.

Na foto, os diretores do CCS-RJ, Amilcar Vianna e Luiz Mario Rutowitsch; Roberto Santos, presidente da Porto Seguro; e Jayme Torres, presidente do CCS-RJ

 

DEIXE UM COMENTÁRIO